O que um adepto deve fazer para garantir a perfeita e eterna paz ? O que é mais importante: caridade ou fé ?

O Que as Religiões,
Doutrinas ou suas Denominações Pensam sobre …
5 – O que um adepto deve fazer para
garantir a perfeita e eterna paz ?
O que é mais importante: caridade ou fé ?

Espiritismo

O Espiritismo não tem opinião, tem princípios. A idéia de
perfeita e eterna paz como ensina a Igreja (Católica, Protestante, Islâmica, …), não
existe no Espiritismo. Os Espíritos que evoluíram até o nível de puros, nunca atingem
à perfeição absoluta e, nesta condição, não ficam em permanente estado de adoração
a Deus, mas são seus mensageiros e auxiliares, trabalhando na sustentação e
organização da vida universal.

A fé robusta é de suma importância para a alma confiar e alcançar seu futuro, mas este
futuro, somente será atingido com a prática da caridade, tanto a material, quanto a
moral.

Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos
Dias – Mórmons

Estas duas coisas são debatidas hoje em dia e estão intimamente
ligada uma a outra. Para isto vale lembrar uma história de Lawrence Scott, um grande
poeta inglês. Ele em certa ocasião passou por um dos lagos na Inglaterra, pegou um
d´aqueles barcos que servem de balsa que vão de um lado para outro. Notou que estava
escrito num dos remos Fé e no outro Obras. E ele ficou curioso com aquilo e perguntou: o
senhor poderia me explicar o quê que é isto ? e o barqueiro simplesmente calou-se e
começou a remar só com um remo. Remava, remava e o barco não saia do lugar. Depois
pegou somente o outro remo e fez o mesmo, entretanto, o barco persistia em não sair do
lugar e rodar em círculos. Após ter feito esta experiência, pegou os dois remos e
remou, levando assim o barco para o outro lado do lago. Com isto fez o Sir Lawrence Scott
concluir que a fé sem obras é morta.

O apóstolo Santiago fala sobre isso, tem muita gente pregando a caridade, sopa disso,
sopa d´aquilo, e se esquece da fé que é uma coisa tão importante e fundamental. E que
a fé está intimimamente ligada ao arrependimento, e o arrepedimento é o batismo. Não
importa a igreja, tem muita gente do espiritismo fazendo uma ótima obra, batista,
católica, que têm a sua maneira, mas o importante é que haja esta união entre a fé e
as obras.

Judaismo

Na nossa opinião são as duas coisas, caridade e fé. Ele precisa ter
fé, mas ter uma fé que o leva a praticar a caridade. A fé não pode ser teórica, tem
que ser existencial. Obviamente, a prática é mais importante do que a teoria. O
Judaísmo não é uma teoria, é uma vivência que tem que ser vivida.

Islamismo

Crer em Deus e cumprir todos os deveres, e a fé e a boa ação andam juntas e não serve
uma desligada da outra.

Testemunhas de Jeová

A paz é um dos frutos do espírito de Deus (Gálatas 5: 22) Não
significa apenas estar livre de guerra ou conflito, mas também contem a idéia de saúde,
segurança, bem estar, realização. Jeová é o Deus de paz e a fonte da verdadeira paz
(1 Coríntios 14:16). Portanto, a verdadeira paz só pode ser conseguida por aqueles que
estão em paz com Deus. Resulta da preciosa relação que um cristão desenvolve com Deus.
Além de possibilitar boa relação com outros, evita com que a pessoa se torne ansiosa
pelas suas necessidades pessoais já que tem a garantia de Deus sobre a provisão de suas
necessidades e de que suas orações serão respondidas.

Quanto a questão de ser mais importante a caridade ou a fé, bem, “caridade” é
um termo que tem sido relacionado a esmolas e donativos, no entanto, em algumas versões
da Bíblia foi usada como tradução da palavra grega agape, que nas traduções
mais recentes é vertida mais corretamente por “amor”. Portanto, entendo que a
pergunta refere-se a se é mais importante o amor ou a fé. A fé e o amor também são
alistados junto com a paz como frutos do espírito de Deus, no entanto, a fé alicerçada
no entendimento da palavra de Deus está para ter um cumprimento em breve, ou seja, embora
tenhamos de ter fé agora, ela será substituída pelas realidades do cumprimento da
palavra de Deus. Em contraste com isto, o amor estará eternamente presente na vida de
todos os que procuram servir a Deus. Assim sendo, o amor tem um valor superior.

Catolicismo

A norma geral par ao homem viver bem é: “fazer o bem e evitar o
mal”. Por sua vez, os cristãos devem observar os mandamentos, praticar os
ensimanetos de Cristo, amando à Deus (fé) e ao próximo (caridade), sem nunca desistir,
mas permanecendo sempre fiéis (esperança). A fé, a esperança e a caridade são as
três virtudes que devem sempre acompanhar o homem. Mas das três a maior, diz São Paulo,
é a caridade.

Igreja Presbiteriana

O apóstolo Tiago diz que a fé sem as obras é morta. É a presunção
humana. É construir por sí só um caminho ao céu, então, se eu posso construir por mim
mesmo um caminho e alcançar uma dimensão superior, prá que Deus ?

Se o homem pode evoluir através de sucessivas reencarnações ou gerações, ele vai
purificando-se e conseguindo uma dimensão superior, então, se a reencarnação existe
logo todos nós seriamos deuses um dia. Nós não cremos nisto.

A Bíblia diz que ao homem está determinado que morrerá apenas uma só vez vindo em
seguida o Juízo (Hebreus 9).

Religião de Deus

Só encontrarão a paz verdadeira aqueles que se integrarem
perfeitamente nos ensinamentos do Divino Mestre Jesus, independente da religião a que
pertença, pois Ele mesmo ensinou: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não
vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se
atemorize”(João, 14:27). É oportuno lembrar o que cantaram os anjos da milícia
celestial quando do nascimento do Cristo “Glória a Deus nas alturas e paz na Terra
aos de Boa Vontade”. A paz legítima nascerá do coração limpo do homem, ensina
Paiva Netto. Portanto, essa limpeza só será alcançada pela vivência do Novo Mandamento
de Jesus: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”. É o que a Religião de
Deus prega, dentro do Ecumenismo Irrestrito, para seus seguidores.

Quanto à caridade e à fé, só se comprova que temos uma com a existência da outra.
Compara-se um barco com os seus remos, se for remado apenas de uma lado ficará
circulando, contudo para seguir a sua direção será preciso que os remos existentes nos
lados sejam manuseados de forma que permita a sua locomoção. O próprio Jesus deixou
claro em Seu Evangelho-Apocalipse que a cada um será dado de acordo com suas obras, as
quais são resultantes da Fé, com um acréscimo importante: Realizante, ou seja,
Realizante
, pregada pela Religião Divina. As pessoas que dizem não acreditar em Deus
e nem terem Fé, podem se surpreender acreditando em Deus de forma diferente, por exemplo,
acreditando e exercitando a caridade, a solidariedade, a compreensão, o perdão, o amor,
que são sinônimos de Deus, que é Amor, na definição de João Evangelista, inspirado
por Jesus.

Umbanda e Candomblé

Para garantir uma perfeita e eterna paz, um adepto deve viver sua vida
de forma regrada e virtuosa, pois só assim alcançará esta paz ainda aqui, no plano
material.

Caridade é sinônimo de obra. Logo, obra desprovida de fé é só realização. E fé sem
obra é um sentimento estéril. Portanto, caridade e fé caminham juntas no universo
religioso umbandista.

Igreja Adventista do Sétimo Dia

Primeiramente, a Bíblia não separa a caridade e a fé numa dicotomia
completa. É impossível separar qualquer coisa que não tenha o início no amor. A
caridade e a fé são parte do amor, bem como o amor não é só um deles.

Qualquer coisa que seja perfeita e eterna tem que vir de Deus, certo !? Somente Deus é
perfeito e eterno.

Para conquistar uma eterna e perfeita paz, basta o adepto ter uma relação perfeita com
Deus. Na proporção em que esta relação cresce, ou seja, a comunhão, maior será a paz
e a garantia de vida eterna que este conseguirá.

Agora, se eu não dou ao meu corpo hábitos sadios para ser o templo de Deus vivo, e
começo a prejudicar o meu corpo, atos não saudáveis, então, com tudo isto eu começo a
me distanciar de Deus. Por exemplo, um viciado em drogas, por que ele tem uma vida tão
difícil ? porque ele esqueceu que o corpo dele é o templo do espírito santo. Como se o
corpo fosse apenas dele para fazer o que lhe der vontade.

Quando eu percebo que não devo viver apenas em função de mim, e permitindo que Deus
esteja acima de tudo, a partir desse ponto, não teremos problemas de saúde, financeiro,
sentimentais, etc…

Podem então me perguntar: quer dizer que aqueles que estão na igreja não têm problemas
? Têm sim, mas não são meus problemas. São problemas de Deus. Ele toma conta do
problema.

Então no final disso tudo o que é mais importante ? A fé sem obra não existe. A obra
sem fé é fria e dura. Portanto, um não anda sem o outro.

Assembléia de Deus

As duas coisas são importantes e imprescindíveis NA vida de um
cristão. Sem amor ou caridade ninguém verá a Deus, e sem fé é impossível agradá-lo.
Jesus resumiu os mandamentos em: – amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a
ti mesmo. (pense nisso). E sobre a fé é impossível agradá-lo, sem tê-la.

Hb 11:6 Ora, [sem fé] é impossível agradar a Deus; porque é necessário que
aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam
“.

Igreja Batista

Garantir a perfeita paz só em comunhão com Deus, através da leitura
da bíblia e oração. Porém, a vida do cristão deve ser em viver o que a bíblia diz e
não só lê-la. A fé, crer no que Deus diz através da bíblia é o fundamento, porém,
se você crer e não praticar, revela que você não acreditou tanto, não? A obra (ou
caridade) é fruto da fé.

Budismo

Segundo os ensinamentos do Mestre Shinran, Mestre japonês fundador da
nossa Escola, somos seres carregados de “BON-NÖ”, ou seja, paixões mundanas,
por exemplo: ciúme, inveja, gula, egoísmo, apego, etc. etc. etc. essas paixões
mundandas impedem que vivamos sempre em paz. Podemos ter momentos de paz mas são
passageiros. Uma das características dos ensinamentos do Mestre Shinran é a
auto-crítica, ou podemos usar também o termo auto-conhecimento no sentido de
“olharmos” para dentro de nós e percebermos nossas paixões mundanas.

Assim como o Buda na Índia pregou a todos, o conhecimento interior é muito importante
para adquirirmos sabedoria sobre nós mesmos e também alcançar a paz tão almejada.

A caridade e a fé são muito importantes. No Budismo o ato de dar (caridade) é uma forma
de se dissolver do egoísmo, uma das causas do sofrimento de todos nós, seres humanos.

No Budismo a fé é considerada como um degrau na escada para se atingir a sabedoria. Em
outras palavras, o Budismo é uma escola gnóstica, isto é, em que o homem se salva ou se
realiza através da sabedoria, e não tanto na fé.

A fé também existe no Budismo, mas como o primeiro degrau da escola que sobe até a
perfeição da sabedoria.

Em japonês fé é “Shin”. Há também o termo “Shindin” que significa
“Mente Confiante”. A fé é usualmente considerada como a faculdade da mente em
que vê, recebe e confia nas coisas da religião.

O Mestre Shinran escreveu a seguinte definição de fé: “a fé é o fundamento do
Caminho e a mãe da virtude
.”

Seicho-No-Ie

Na medida que se pratica a oração através da qual a pessoa se coloca em comunhão
com Deus, adquire paz interior e pode viver uma vida de perfeita harmonia. A caridade é
uma virtude suprema e na medida que a pessoa a pratica, sua fé se torna mais forte e
inabalável. Não se pode dizer qual delas é mais importante.

Hare Krishna

Dentro de cada ser vivente existe uma alma individual, possuidora de suas
características pessoais. Não somente os seres humanos possuem almas, todos os seres
vivos também, isso é uma coisa que muitos se confundem. Após a morte do corpo material,
a alma sai do corpo e, de acordo com suas atividades, ela vai para planetas superiores ou
inferiores. A diferença de um corpo vivo para um morto é a presença ou ausência de uma
consciência: a alma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *